A IMPORTÂNCIA DA PSICOMOTRICIDADE NO CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO FÍSICA PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Viviane Ferreira Fonseca, Co-autora orientadora Faculdades Integradas Campos Salles
  • Amanda Pinheiro Silva, Autora Prefeitura de São Paulo/ Faculdades Integradas Campos Salles.

Resumo

Este trabalho tem por objetivo fazer considerações sobre a relevância da Psicomotricidade nas aulas de Educação Física dos anos iniciais do ensino fundamental. Instiga a observação e compreensão do currículo que incentiva a continuidade da realização de atividades que promovam o desenvolvimento motor além da Educação Infantil, evidenciando que a psicomotricidade ultrapassa os limites de abordagem pedagógica ou conjunto de atividades psicomotoras, mas sim seja um meio de desenvolver as potencialidades das crianças no ambiente escolar. Essa pesquisa tem o caráter qualitativo com o uso de procedimentos metodológicos em revisão bibliográfica. Foi abordado que a psicomotricidade na Educação Física é uma ferramenta essencial a ser explorada nas aulas e cabe ao professor compreender a pertinência do seu papel, fazendo com que suas aulas sejam um espaço de vivências e por meio de objetivos específicos, aliado a metodologia adequada, ofereçam condições para que a educação psicomotora desenvolva as crianças de forma integral.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Viviane Ferreira Fonseca, mestranda em Educação pelo IESLA, pós-graduada em Docência do Ensino Superior, Extensão em Vanguarda Russa pela ECA-USP. Graduada em Letras Português-Inglês. Professora de Teatro para Educação Infantil, de Literatura no Ensino Fundamental e Médio na Escola Fazarte. Palestrante e professora convidada na Pós-Graduação das Faculdades Campos Salles, ministra as disciplinas: Ludicidade, Corporeidade, Psicomotricidade e Jogos Teatrais. Professora de práticas ludopedagógicas no Colégio Campos Salles.

##submission.authorWithAffiliation##

Amanda Pinheiro Silva é professora de Educação Física de Ensino Fundamental e Médio, licenciada em Educação Física na Universidade Presidente Antônio Carlos, leciona na Prefeitura Municipal de São Paulo e na Prefeitura Municipal de Santana de Parnaíba.

Referências

AQUINO, M. F. S. de et al. Psicomotricidade como ferramenta da educação física na educação infantil. Revista Bras. de Futsal e Futebol, São Paulo, v. 4, n. 14, p. 245-257. jan/dez. 2012. Disponível em: http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/ 145. Acesso em: 21 nov. 2018
BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Ensino Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasilia:MEC/SEF. 1997
______. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasilia:MEC,2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 02 dez 2018.
BETTI, M; ZULIANI, L. R. Educação Física Escolar: Uma Proposta de Diretrizes Pedagógicas. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte. V.I, n.1, p. 73-81, 2002. Disponível em: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/ view/1363. Acesso em: 05 dez 2018.
GALVÃO, I. Henri Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. Petrópolis: Vozes, 1995.
LE BOULCH, Jean. O desenvolvimento psicomotor: do nascimento aos 6 anos. Trad. Por Ana Guardiola Brizolara. 7ª edição. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.
__________ . A educação pelo movimento: a psicocinética na idade escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1984.
GABARDO, Carmen Lucia. Coleção Caminhos e vivências: educação física, 4º ano. Curitiba: Sefe, 2016.
FERRONATTO, Sônia Regina Brizolla. Psicomotricidade e Formação de Professores: uma proposta de atuação. Dissertação (Mestrado) PUC-Campinas, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, 2006. Disponivel em: http://www.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br.tde_arquivos/3/TDE-2007-01-24T085952Z-1243/Publico/SoniaReginaBrizolla.pdf. Acesso em: 02 dez 2018.
FONSECA, V. Desenvolvimento Psicomotor e Aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2008.
MANOEL, E. Desenvolvimento motor: implicações para a educação física escolar. Revista Paulista de Educação Física, v. 8, n. 1, p. 82-97, 20 jun. 1994.

NEGRINE, Airton. Aprendizagem e desenvolvimento infantil: psicomotricidade: alternativas pedagógicas. Porto Alegre: Prodil, 1995.
ROSSI, S.F. Considerações sobre a Psicomotricidade na Educação Infantil. Revista Vozes dos Vales. São Paulo. n.01 p.01-18. 2012. Disponível em: http://site.ufvjm.edu.br/revistamultidisciplinar/files/2011/09/Consideracoes-sobre-a-Psicomotricidade-na-Educacao-Infantil.pdf. Acesso em: 02 dez 2018
SÂO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação. Coordenadoria Pedagógica. Currículo da Cidade: Ensino Fundamental: Educação Física. São Paulo: SME/COPED,2017.
SILVA, A.; FERNANDES, C.; DEBIEN, J; IBIAPINO, A. Conhecimento sobre as abordagens pedagógicas da Educação Física: escola estadual x escola particular. EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires, Año 15, Nº 151, Diciembre de 2010. Disponivel em: https://www.efdeportes.com/efd151/conhecimento-sobre-as-abordagens-pedagogicas-da-educacao-fisica.htm. Acesso em: 10 dez 2018.

MAGALHÃES, J.S.; KOBAL,M.A;et al. Educação física na educação infantil: uma parceria necessária. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte – 2007, 6 (3): 43-52. Disponível em: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/ view/1223. Acesso em: 01 dez 2018.
Publicado
2019-04-20
Como Citar
FONSECA, Viviane Ferreira; SILVA, Amanda Pinheiro. A IMPORTÂNCIA DA PSICOMOTRICIDADE NO CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO FÍSICA PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL. Revista de Pós-graduação Multidisciplinar, [S.l.], v. 1, n. 6, p. 123-134, apr. 2019. ISSN 2594-4797. Disponível em: <https://www.fics.edu.br/index.php/rpgm/article/view/852>. Acesso em: 02 dec. 2021. doi: https://doi.org/10.22287/rpgm.v1i6.852.