Uma fisionomia do Amor Fati de Nietzsche

  • Ricardo Czepurnyj Ferrara Faculdades Integradas Campos Salles

Resumo

O amor fati é um conceito que está intimamente relacionado com idéias que sustentam tal concepção: crítica à metafísica tradicional, com todo o arcabouço que a acompanha, a idéia de Deus acompanhada dos valores morais e transcendentais, a critica da concepção de compaixão, sentimento que levaria o homem a um suposto aniquilamento. Com tal cenário, o filósofo alemão concebe o perspectivismo como forma apropriada de conhecimento, o eterno retorno como uma metodologia que desmonta a metafísica tradicional através do niilismo. O amor fati está inserido em tais contextos como um amor que não admite passividade diante da realidade, mas um gratuito rejubilar-se da vida, por sua positividade ou negatividade.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Ricardo Czepurnyj Ferrara. Mestre em Filosofia na Universidade São Judas (2013). Graduado bacharel em Filosofia pela Universidade São Judas Tadeu (2009) e bacharel em Sistemas de Informação pelo Centro Universitário Íbero - Americano - UNIBERO (2006). Docente do curso de Direito das Faculdades Integradas Campos Salles (FICS).

Referências

FRANK, Didier. “As mortes de Deus”. In: Cadernos Nietzsche. São Paulo: Departamento de Filosofia/USP, p. 07-42, n. 19, 2005.
MARTON, Scarlett. A transvaloração dos valores. São Paulo: Editora Moderna, 1996.
_____________. O Eterno Retorno do Mesmo: tese cosmológica ou imperativo ético. In NOVAES, Adauto. (org.) Ética. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.
NABAIS, Nuno. Nietzsche e a Metafísica, Disponível em http://www.lusosofia.net/textos/andre_barata_nietzsche_e_a_metafisica.pdf - acessado em 29-05-20106 às 14:03.
NIETZSCHE, F. W. A gaia ciência. Tradução, notas e posfácio de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.
_____________. Assim Falou Zaratustra. Trad. de Mário da Silva. 11ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.
_____________. Além do Bem e do Mal. Prelúdio a uma filosofia do futuro. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
_____________. A Gaia Ciência. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.
_____________. Crepúsculo dos ídolos. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
_____________. Ecce homo. Tradução, notas e posfácio de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
_____________. Genealogia da Moral. Uma Polêmica. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.
_____________. Obras incompletas. Traduzido do alemão por Rubens Rodrigues Torres Filho. São Paulo, Abril Cultural, 1978, 2a edição.
Publicado
2017-06-30
Como Citar
FERRARA, Ricardo Czepurnyj. Uma fisionomia do Amor Fati de Nietzsche. Revista Acadêmica Integra/Ação, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 185-208, june 2017. ISSN 2594-4878. Disponível em: <http://www.fics.edu.br/index.php/integraacao/article/view/532>. Acesso em: 17 sep. 2021. doi: https://doi.org/10.22287/integraacao.v1i1.532.