A Pedagogia como Ciência: A instituição da Ciência Pedagógica

  • Regina M. Pereira Lopes
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.22287/ag.v0i3.95

Resumo

Para se reconhecer a autonomia epistemológica de uma ciência específica da educação, é necessário precisar a natureza do seu objeto e seus métodos de estudo. É indubitável que a discussão do estatuto epistemológico da ciência pedagógica se deva realizar no contexto de uma reflexão epistemológica própria. Para isso, recorremos à epistemologia específica da educação. O que significa dizer que a educação é um objeto dinâmico, em construção, portador de finalidade e perspectivas temporais, que torna complexo seu conhecimento.O objeto refere-se à educação e seu método necessita de uma concepção que represente o "universal concreto", que forneça leis objetivas, as quais sejam, ao mesmo tempo, leis de todo o movimento, tanto do real quanto do pensamento. Este método é o dialético. Sua existência possibilita definir a pedagogia como ciência autónoma da educação, pois leva à compreensão do fato educacional em seu movimento e em seu campo de intersubjetividades, assim, permite compreender a pedagogia como um campo de estudo concreto da realidade educacional.
##submission.howToCite##
LOPES, Regina M. Pereira. A Pedagogia como Ciência: A instituição da Ciência Pedagógica. Augusto Guzzo Revista Acadêmica, São Paulo, n. 3, p. 66-70, ago. 2012. ISSN 2316-3852. Disponível em: <http://www.fics.edu.br/index.php/augusto_guzzo/article/view/95>. Acesso em: 08 dez. 2016. doi: http://dx.doi.org/10.22287/ag.v0i3.95.